Seja bem vindo
São Paulo,14/06/2024

      • A +
      • A -
      Publicidade

      A reprodução dos livros através da Bíblia

      Você sabia que a Bíblia foi o primeiro livro a ser impresso na história da humanidade?


      A reprodução dos livros através da Bíblia

      Poucos têm ciência, mas no século XV somente os nobres e o clero tinham acesso aos livros que, na época, eram manuscritos, ou seja, caligrafados e escritos de folha em folha — diferente de hoje que dispomos das páginas


      Imagine só. Em meados de 1400, um mecânico gráfico, dono de uma pequena oficina na Alemanha, teve o desejo de ler um livro que fosse acessível às massas e que fosse, digamos... impresso. Este homem de família rica com sua barba branca espessa e os olhos claros, era o inventor Johannes Gutenberg, sujeito que futuramente se tornaria o famoso pai da imprensa. 


      Houveram algumas tentativas fracassadas e pouco documentadas de Johannes em tentar dispor de livros não-caligrafados, como pedaços de um poema desconhecido e um calendário astronômico — maneira comum de se notificar sobre eventos celestes que podem ser observados a olho nu. Mas, é inegável que seu grande ato foi a impressão bem-sucedida da Bíblia em latim, numa dimensão extraordinária para a época, e, sim, muito econômica do ponto de vista comercial, com pouco mais de 40 linhas distribuídas em 641 páginas, organizadas em duas colunas. 


      Com isto, através da reprodução bíblica de símbolos em relevo cravados no metal, uma revolução de imprensa iniciou-se na Europa, espalhando-se para os continentes e, transversalmente, outros livros puderam ser lançados em massa da maneira que conhecemos hoje. 


       

      Portanto, sempre que tiver um livro em mãos, saiba que seu acesso a ele veio por intermédio das Escrituras Sagradas.





      COMENTÁRIOS

      Buscar

      Alterar Local

      Anuncie Aqui

      Escolha abaixo onde deseja anunciar.

      Efetue o Login